Excesso de pele nas pálpebras, bolsas abaixo dos olhos, olheiras e pés de galinha são um grande incômodo. Afinal, esses sinais deixam a pessoa com ar de cansaço e aspecto envelhecido. No entanto, há uma solução muito boa para resolver esse problema: a blefaroplastia. Essa cirurgia devolve à pessoa uma expressão facial descansada, harmoniosa e dá uma aparência mais jovem. Mas, você sabe quais são as indicações da blefaroplastia? A seguir, confira em que casos ela é indicada, como ela é feita e como é a recuperação. Acompanhe.

O que é blefaroplastia?

Conforme já mencionamos, é uma cirurgia plástica realizada na área dos olhos. Com o passar dos anos, é normal que a pele perca sustentação. E isso é ainda mais perceptível na região dos olhos. Desse modo, as pálpebras ficam caídas, surgem os temidos pés de galinha e bolsas abaixo dos olhos.

Normalmente, é apenas um problema estético. Porém, em alguns casos, o excesso de pele nas pálpebras é tanto que recai sobre os cílios, dificultando a visão. Assim, a blefaroplastia é a cirurgia que corrige isso. O resultado é um olhar mais descansado, expressivo e jovem.

Como a cirurgia é feita?

Em geral, a anestesia é local com sedação. Na pálpebra superior, o médico marca as dobras e linhas naturais para que as incisões deixem cicatrizes o mais imperceptível possível. Em seguida, retira a quantidade necessária de pele e gordura.

Por sua vez, na pálpebra inferior, o corte é feito apenas a alguns milímetros abaixo da linha dos cílios. Por isso, a cicatriz não fica aparente. Assim como nas pálpebras superiores, nas inferiores também há a remoção de excesso de pele e gordura. Esse procedimento dura em média 40 minutos a 1 hora. Após a cirurgia, o paciente precisa ficar por algumas horas no hospital até que o efeito da anestesia passe. Portanto, é uma cirurgia bastante simples e segura.

Quais são as indicações da blefaroplastia?

A blefaroplastia é indicada tanto para homens quanto para mulheres que tenham perdido colágeno, que apresentem flacidez na região dos olhos, que tenham excesso de pele nas pálpebras, linhas de expressão na região ou bolsas de gordura abaixo dos olhos. Além disso, também é indicada para as pessoas que têm dificuldade em enxergar devido ao excesso de pele que recai sobre os olhos.

Para saber se a blefaroplastia é o procedimento mais recomendado para você, é essencial consultar um médico qualificado e experiente. Além de analisar o seu caso, ele também pedirá alguns exames. Depois disso, ele poderá dizer se esse procedimento é o ideal para resolver o que tanto tem incomodado você.

Como é a recuperação?

Em geral, o pós-operatório da cirurgia de pálpebras é bastante tranquilo. Logo no início, há inchaço e hematomas na região, mas que desaparecem em alguns dias. Para acelerar o processo, o paciente pode aplicar compressas frias sobre os olhos.

Também é recomendado dormir com a cabeça mais elevada que o corpo. Uma dica importante é não pegar sol sobre as cicatrizes. Caso contrário, elas poderão ficar escurecidas. Então, o ideal é utilizar óculos escuros e aplicar protetor solar. Dependendo da evolução do paciente, é possível retornar às atividades normais após uma semana.

Agora que você já conhece as indicações da blefaroplastia, viu que ela é uma opção muito eficaz para ter um olhar expressivo, descansado, harmônico e para deixar você com aspecto muito mais jovem. Mas, para alcançar esse resultado, é imprescindível contar com um médico qualificado e com bastante experiência em cirurgia plástica.

Quer saber se essa cirurgia é para você? Então, entre em contato conosco agora mesmo e agende uma avaliação!

Entre em contato! Será um prazer ajudar você nesse processo de retomada da auto-estima!